A intervenção fonoaudiológica na surdocegueira: estudo de caso

  • Juliana de Sá Machado Guilam
  • Luciana Damasceno Ribeiro
  • Clara Oliveira Esteves

Resumo

A surdocegueira é um comprometimento de duas vias sensórias concomitantemente, a audição e a visão,  apresentando-se de diferentes formas. O trabalho de uma equipe interdisciplinar é de suma importância para que essas pessoas tenham a oportunidade de minimizar ou driblar as diferenças encontradas quando essas duas modificações sensoriais existem, sendo congênita ou adquirida. A Fonoaudiologia tem por atribuição a competência para intervir na construção da comunicação do surdocego, considerando-se as características individuais dessa condição, e contribuindo para a inclusão social desses indivíduos. Com isso, o presente estudo tem por objetivo descrever a intervenção fonoaudiológica com uma criança cega com hipoacusia bilateral, analisando o seu desenvolvimento comunicativo mediante essa intervenção. Esta pesquisa constitui-se a partir de um estudo de caso realizado com uma criança de nove anos de idade, do sexo feminino, com a síndrome de rubéola congênita, cega e com comprometimento auditivo. Foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Veiga de Almeida (CAAE: 07674819.0.0000.5291). O material utilizado para coleta de dados foi o prontuário de B.R.O.S., que encontrava-se no setor de fonoaudiologia, o qual foi analisado qualitativamente a fim de expor o desenvolvimento da aluna no que diz respeito ao perfil de habilidades comunicativas. A partir desse estudo foi possível observar algumas alterações que podem ser apresentadas na surdocegueira e a importância de intervir no tempo oportuno, explicitando a individualidade do sujeito surdocego e o papel fundamental do fonoaudiólogo frente às alterações da comunicação manifestadas pela criança com surdocegueira na fase pré-linguística. O estudo demonstra que a atuação da Fonoaudiologia busca a intenção comunicativa do sujeito com surdocegueira na fase pré-linguística, e possibilita a interpretação e a construção de uma comunicação mais eficaz, contribuindo para a inclusão social do indivíduo.

Palavras-chave: Surdocegueira. Fonoaudiologia. Linguagem infantil.

Publicado
2020-03-30
Seção
Relatos de Experiências