Do macroscópico ao microscópico: uma proposta de confecção e aplicação de um modelo tátil para o ensino de histologia a estudantes com deficiência visual

  • Taise Zaleski Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)
  • Cristina Lúcia Sant’Anna Costa Ayub Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)
  • Amanda Drzewinski De Miranda Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR
  • Luciana de Boer Pinheiro de Souza
Palavras-chave: Deficiente visual, Microscopia, Modelo didático

Resumo

O presente artigo descreve uma pesquisa surgida de uma visita à Associação de Pais e Amigos do Deficiente Visual (APADEVI), que tem como objetivo planejar e construir modelos táteis para ensinar Biologia a estudantes com deficiência visual. Analisou-se as possíveis contribuições dos modelos táteis para o processo de ensino-aprendizagem em conjunto com a explicação teórica. Um dos desafios para o ensino da Biologia para estudantes com deficiência visual é representar as partes macroscópicas bem como as microscópicas, visto que essas últimas não possuem dimensão palpável. Para tanto, foram confeccionados modelos táteis que proporcionem acesso aos conceitos de microscopia aos alunos com deficiência visual. Com uma metodologia qualitativa, a pesquisa foi aplicada no formato de oficina na APADEVI para um grupo de sete estudantes com deficiência visual. Durante as oficinas foram realizadas anotações, além da aplicação de
um questionário, observando-se quais modelos didáticos táteis despertam o interesse nos estudantes e, a partir das explicações teóricas, auxiliam no aprendizado. O presente estudo demonstrou que pessoas com deficiência visual podem explorar níveis mais aprofundados de conhecimento – como um detalhamento microscópico da pele –, desde que assessoradas por material didático compatível com as suas necessidades especiais.

Publicado
2020-12-05
Como Citar
ZALESKI, T.; AYUB, C. L. S. C.; MIRANDA, A. D. DE; SOUZA, L. DE B. P. DE. Do macroscópico ao microscópico: uma proposta de confecção e aplicação de um modelo tátil para o ensino de histologia a estudantes com deficiência visual. Benjamin Constant, v. 2, n. 61, p. 70 - 86, 5 dez. 2020.
Seção
Relatos de Experiência Livres