Projeto Drummath - uma perspectiva walloniana no ensino da matemática para deficiente visual através de sons e ritmos

  • Carlos Eduardo Mathias Motta Universidade Federal rural do Rio de Janeiro

Resumo

Este artigo apresenta uma nova proposta metodológica para o ensino da matemática da Educação Infantil, junto ao deficiente visual. Através de atividades motoras e de caráter rítmico, que utilizam apenas a audição como sentido de percepção, a proposta do autor busca não apenas possibilitar a boa compreensão dos conceitos matemáticos por parte dos alunos. Fundamentado na teoria da psicogênese de Henri Wallon, o DRUMMATH busca também promover um salto qualitativo dos aspectos motor e cognitivo dos alunos conforme propõe a teoria walloniana.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo Mathias Motta, Universidade Federal rural do Rio de Janeiro

Carlos Eduardo Mathias Motta é Professor do Departamento de Matemática da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Mestre pelo Instituto de Matemática da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IM/UFRJ), doutorando no IM/UFRJ e baterista profissional pela Ordem dos Músicos do Brasil desde 1993.

Referências

ERGSON, H. Matéria e Memória: ensaio sobre a relação do corpo com o espírito. São

Paulo: Martins Fontes, 1999.

CABRAL, S.V. Psicomotricidade Relacional: Prática Clínica e Escolar. Rio de Janeiro: RevinteR, 2001.

CHAUÍ, M. Convite à Filosofia. Rio de Janeiro: Ática, 2001.

COLL, C. et al. Desenvolvimento psicológico e educação–necessidades educativas

especiais e aprendizagem escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995. v.3

DANTAS, H. A Infância da Razão: uma introdução à psicologia da inteligência de

Henri Wallon. São Paulo: Manole, 1990.

DANTAS, H. et al. Piaget, Vygotsky e Wallon: Teorias Psicogenéticas em Discussão.

São Paulo: Summus, 1992.

FONSECA, V. Manual de Observação Psicomotora: Significação Psiconeurológica dos Fatores Psicomotores. Porto Alegre: Artmed, 1995.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

GALVÃO, I. Henri Wallon: Uma Concepção Dialética da Educação Infantil. Petrópolis: Vozes, 2000.

JAPIASSU, H; MARCONDE, D. Dicionário Básico de Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

LE BOULCH, J. Educação Psicomotora: a psicocinética na idade escolar. Porto Alegre: Artmed, 1995.

_________. O Desenvolvimento Psicomotor do nascimento até os 6 anos: a psicocinética na idade pré-escolar. Porto Alegre: Artmed, 1992.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO. Secretaria de Educação

Fundamental/Secretaria de Educação Especial. Parâmetros curriculares nacionais,

Adaptações Curriculares: Ensino de primeira a oitava série – Estratégias para a

Educação de Alunos com Necessidades Educacionais Especiais. Brasília: MEC/SEF/SEESP, 1998.

MORIN, E. O Método 3. Porto Alegre: Sulina, 1999.

_________. A Cabeça Bem Feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de

Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

WALLON, H. A Evolução Psicológica da Criança. Rio de Janeiro: Editorial Andes, 1971.

_________. A Origem do Caráter na Criança. São Paulo: Nova Alexandria, 1994.

_________. As Origens do Pensamento da Criança. São Paulo: Manole, 1989.

ZUHRT, R. Desenvolvimento Motor da Criança Deficiente. São Paulo: Manole, 1983.

Publicado
2017-03-24
Seção
Artigos